Como obter um melhor desempenho do CPD da sua empresa

post_cpd

Compartilhe:

O Centro de Processamento de Dados (CPD) ou Data Center, é considerado um dos locais físicos mais importantes da empresa, por ser, literalmente, o “cérebro” digital que processa os dados e armazena as informações da organização.

Mas para que o CPD tenha o melhor desempenho possível no cumprimento de sua função, são necessários cuidados especiais que envolvem monitoramento, manutenção e segurança, tanto do espaço físico, quanto dos softwares que compõem o sistema.

Por isso, no artigo de hoje iremos mostrar alguns cuidados especiais que todo Centro de Processamento de Dados precisa, e de como obter um melhor desempenho do CPD da sua empresa.

Gerenciamento do CPD

O primeiro ponto a ser pensado quando se trata do setor de TI de uma organização, diz respeito ao gerenciamento da infraestrutura do CPD, ou seja, dos servidores, switches, storege, firewalls, além dos acessórios como racks, cabeamento, refrigeração e no-breaks.

Toda esta infraestrutura instalada em um espaço exclusivo, formam o CPD, e precisam de um gerenciamento especializado através de recursos e serviços que possibilitem controlar e prolongar a vida útil destes equipamentos, assim como da segurança das informações que são processadas.

Por este motivo a gestão profissional de um CPD é tão importante, pois se trata do local onde as informações, desde as mais básicas até as mais sensíveis para o funcionamento da empresa, estão contidas, e delas dependem todos os demais setores ou departamentos da organização.

Portanto, para que uma organização não sofra com falhas ou mal funcionamentos, panes, dentre outros, é importante que a empresa possua uma equipe qualificada e experiente para gerir seu CPD, dando suporte técnico e garantindo que ele consiga operar com a maior eficiência possível.

Manutenção preventiva dos equipamentos

 

Realizar manutenções preventivas dos equipamentos é sem dúvida uma das melhores formas de evitar panes no sistema de uma empresa.

Elas são realizadas normalmente após os horários de expediente da empresa, para não prejudicar as operações e os trabalhos dos colaboradores durante o dia, evitando provocar paradas durante a realização.

A manutenção preventiva envolve análise de desgastes de equipamentos, correção ou ajuste de dispositivos que não estão apresentando o desempenho previsto e a substituição de componentes que estão próximos do fim da vida útil.

Através de um controle de registro de todas as manutenções realizadas contendo, por exemplo, datas da última realização, quais equipamentos foram inspecionados, as datas de aquisição dos novos equipamentos e os períodos de garantias da fábrica, é possível estabelecer uma rotina segura de manutenção preventiva de todos os hardwares e demais componentes.

Redundância dos equipamentos

 

Quando se trabalha com a redundância dos equipamentos, pelo menos os mais críticos, isso contribui muito para manter o sistema funcionando e sustentar a disponibilidade do CPD da empresa.

Esta estratégia que é adotada por outros setores, como na aviação, por exemplo, cria uma segurança extra que faz toda a diferença para um sistema, pois caso um equipamento venha para de funcionar, o outro continua realizando o mesmo trabalho sem a paralização do funcionamento.

Rede elétrica estabilizada

 

A alimentação de energia de um CPD é um ponto especial neste processo, pois este local além de consumir uma quantidade considerável de energia, precisa possuir uma rede elétrica estável e que não dependa apenas da fornecedora de energia local, mas de uma UPS ou No-break para manter os equipamentos funcionando, mesmo em caso de queda de energia.

Portanto, possuir uma fonte de energia adequada com uma rede elétrica estabilizada é tão importante quanto aos demais pontos citados anteriormente, uma vez que ambos possuem a mesma missão, manter o sistema operando sem interrupções.

Refrigeração adequada do CPD

 

Com a grande quantidade de equipamentos eletrônicos trabalhando dentro de um mesmo espaço, é comum que este local possua uma elevação de sua temperatura.

Contudo, no caso de um CPD onde existem equipamentos que demandam o uso de muita energia e, portanto, aqueçam mais, se faz necessário o uso de sistemas de refrigeração neste ambiente, para que estes equipamentos não sofram um superaquecimento e parem de funcionar.

Por este motivo, todo CPD deve possuir um bom sistema de refrigeração para que seus equipamentos e componentes possam operar em baixas temperaturas, que comprovadamente melhoram o desempenho dos sistemas.

Controle de acesso ao CPD

 

Quando falamos em controle de acesso à um CPD, estamos falando também da segurança deste local, pois, de nada adianta modernos softwares de segurança para os sistemas da empresa não serem invadidos por hackers via web, se o acesso ao local físico possui fácil acesso.

Obviamente, para o caso de cada empresa existe uma opção de segurança adequada, mas, o mais importante, é estabelecer normas e sistemas de autorizações exclusivas para os colaboradores deste setor.

Outro ponto importante a ser mencionado, é restringir também para determinadas informações da empresa o acesso dos técnicos do CPD, dando privacidade aos demais usuários do sistema, inclusive à diretoria com assuntos estratégicos.

Quer saber mais sobre como obter melhor desempenho do CPD da sua empresa? Entre em contato agora mesmo, e converse com nossos especialistas.

A Inforrede possui mais de 20 anos de experiência em TI, atendendo empresas do setor público e privado em todo o Brasil.

Equipe de comunicação Inforrede

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO