Conhecendo mais sobre Data Center

Conhecendo-mais-sobre-Data-Center

Compartilhe:

Considerado por alguns o coração da era digital, o Data Center, ou centro de processamento de dados (CPD) , é um ambiente projetado para ser extremamente seguro. É montado em um salão protegido, de acesso restrito, com piso elevado para possibilitar a passagem de cabos elétricos e de dados, armários metálicos (racks), onde são montados os equipamentos em um ambiente totalmente controlado, geralmente com ar-condicionado automatizado e Circuito fechado de TV para sistema de vigilância (CFTV).
É, basicamente, um local destinado a concentrar os equipamentos que uma empresa ou organização utilizam para o processamento e armazenamento de dados, o que, dependendo do tamanho do empreendimento, pode acolher milhares de servidores, outros bancos de dados informatizados e componentes auxiliares, como storages e ativos de rede (como, por exemplo, switches e roteadores). Além disso, tem como objetivo garantir que os equipamentos rodem sistemas cruciais para uma empresa ou organização, tal como ERP ou CRM, fazendo com que esse sistema não tenha desvios ou queda na operacionalidade de seus serviços.

Um ambiente Data Center deve:

– deve possuir uma infraestrutura de rede com conexões (links) redundantes de diferentes fornecedores de backbone (linha principal, “espinha dorsal” da internet) em uma estrutura de Autonomous System (AS). O objetivo é garantir que os sistemas hospedados no Data Center permaneçam acessíveis, mesmo se houver falhas em uma das conexões com a Internet.
– deve garantir que a temperatura do ambiente esteja em níveis aceitáveis para a operação dos sistemas e principalmente que não haja oscilações de temperatura que são extremamente prejudiciais ao funcionamento de qualquer equipamento. O equipamento de refrigeração deve ser redundante.

– deve fornecer mecanismos de segurança para restringir o acesso a somente pessoas autorizadas. Estes mecanismos geralmente são compostos de câmeras de segurança, vigilância armada e sistema de identificação.
– deve conter um sistema que evite e previna incêndios, que pode ser composto de sistema de detecção de fumaça,extintores, gases inibidores e procedimentos de brigadas de incêndio.
– deve garantir que não haja falta de energia e tampouco oscilações em seu fornecimento que possam danificar equipamentos. O sistema de fornecimento de energia é geralmente composto por sistemas de no-breaks, geradores e alimentação por mais de uma subestação.
Além dessa estrutura de software e hardware em ambiente controlado, o data center precisa adotar várias medidas para resguardo dos dados, para o caso de, mesmo com tanta proteção, ocorrer um problema. Por isso, recursos como backup automático, servidores virtuais, entre outras soluções tecnológicas também são bem-vindas para a boa funcionalidade do sistema.

** Saiba mais sobre os termos citados acima:

– Qual a diferença entre ERP e CRM:
ERP (Enterprise Resource Planning) é o software de gestão mais básico de uma empresa, usado para garantir o controle financeiro, fiscal e contábil da organização. Já o CRM, (do inglês Costumer Relationship Management ou Gestão do Relacionamento com o Cliente) é um sistema usado por empresas para cuidar de sua base de consumidores, usado para assegurar e proteger as informações comerciais da empresa, ao mesmo tempo em que ajuda a identificar os melhores planos de ação e alternativas para aumentar as vendas, gerenciar metas e avaliar os vendedores.
Então, o ERP é o controle financeiro e gestão da empresa de uma forma completa, enquanto o CRM é o controle dos clientes e, por consequência, das vendas.
– O que é Backbone:
Backbone significa “espinha dorsal”, e é o termo utilizado para identificar a rede principal pela qual os dados de todos os clientes da Internet passam. É a espinha dorsal da Internet.
Esta rede também é a responsável por enviar e receber dados entre as cidades brasileiras ou para países de fora. Para que a velocidade de transmissão não seja lenta, o backbone utiliza o sistema “dividir para conquistar”, pois divide a grande espinha dorsal em várias redes menores.
Autonomous System – AS:
AS – Sistema Autônomo, é um grupo de redes IP gerenciada por uma ou mais operadoras de rede, que compartilham uma mesma politica de roteamento.
 
** Saiba mais! Conheça nosso site e acompanhe nossa página no Facebook.

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO