Na era da tecnologia, Brasil aparece em 10º lugar no ranking dos ‘desconectados’

ranking-750x440

Compartilhe:

O Brasil tem mais de 70,5 milhões de pessoas ‘offline’, o que resultou no 10º lugar no ranking entre países com o maior número de pessoas desconectadas, de acordo com um estudo encomendado pela Internet.org à unidade de inteligência da revista britânica The Economist, por iniciativa do Facebook.

A pesquisa se baseia em dados de diversas fontes, como a União Internacional de Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês) e entrevistas com especialistas no tema. O relatório foi revelado durante o maior congresso global da indústria de celulares, o Mobile World Congress, em Barcelona, na Espanha, no início do ano.

De acordo com o estudo, 4 bilhões de pessoas – mais da metade da população global – não tem nenhuma forma de acesso a internet, seja por meio de banda larga fixa ou móvel.

A porcentagem de pessoas offline, porém, varia bastante conforme o continente: enquanto em países da Europa, só 20% das pessoas estão desconectadas, 75% das pessoas que vivem na África não tem qualquer acesso à web.

Entre outros países que aparecem no topo do ranking de desconectados estão Índia, China, Indonésia, Paquistão, Nigéria e México.

Ranking de internet inclusiva:

A pesquisa também avaliou as condições oferecidas pelos países para que as pessoas usem a internet e percebam seus benefícios, como: disponibilidade e qualidade de conexão, preço e ambiente competitivo, políticas para internet, educação dos usuários em relação à web e relevância do conteúdo local. Em cima dessa avaliação, eles criaram o ranking de internet inclusiva, considerando 75 países em todo o mundo. Nesse aspecto, o Brasil aparece em 18º lugar, atrás de nações como Rússia, Espanha, Canadá e Coreia do Sul. Entre os fatores positivos citados está a abundância de conteúdo em português, o que estimula as pessoas a usarem a internet, e a competição entre as operadoras de telecomunicações no mercado.

Suécia e Cingapura lideram o ranking, empatados em primeiro lugar, com o melhor desempenho. Os Estados Unidos ficaram com o terceiro lugar, seguidos por Reino Unido e Japão.

Gostou das informações? Curta nossa página no Facebook e receba mais conteúdos relevantes!

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO