NR 35 – Inforrede e as normas de trabalho em altura

NR-35--750x440

Compartilhe:

Como toda Norma Regulamentadora (as conhecidas NRs), a NR35 também serve para fornecer orientações sobre procedimentos obrigatórios relacionados à segurança no trabalho e, neste caso, estabelece requisitos mínimos e medidas de proteção para o trabalho em altura.
Pode-se considerar trabalho em altura qualquer atividade executada acima de 2 metros do nível inferior onde haja risco de queda. A Inforrede tem como primordial a capacitação de seus colaboradores e, como há vários trabalhos envolvendo alturas elevadas, investiu no treinamento de sua equipe para se adequar à NR35, garantindo segurança e a saúde de todos os envolvidos desde o planejamento até a execução dos serviços.
O que a Inforrede faz quanto à Norma?

  • Garante a implementação das medidas de proteção estabelecidas na NR 35 antes do início de qualquer trabalho em altura, através de estudo e planejamento;
  • Assegura a realização da Análise de Risco (AR) e emissão da Permissão de Trabalho (PT);
  • Desenvolve procedimento operacional para as atividades rotineiras de trabalho em altura;
  • Assegura a suspensão do trabalho em altura quando verifica-se situação ou condição de risco não prevista, cuja eliminação ou neutralização imediata não é possível;
  • Estabelece uma sistemática de autorização dos trabalhadores para trabalho em altura;
  • Assegura que todo trabalho em altura seja realizado sob supervisão;
  • Assegura a organização e o arquivamento da documentação prevista na Norma.

Quanto aos colaboradores da Inforrede:

  • Cumprem as disposições legais e regulamentares sobre trabalho em altura;
  • Colaboram com a Inforrede na implementação das disposições contidas na NR35;
  • Zelam por sua segurança e saúde e de outras pessoas que possam ser afetadas por suas ações ou omissões no trabalho, interrompendo suas atividades caso constatem evidências de riscos graves e iminentes.


Os colaboradores da Inforrede possuem o certificado NR35 Trabalho em Altura, que é reciclado de 2 em 2 anos com um curso que aborda, entre outros, a utilização correta de EPIs (Equipamento de Proteção Individual) e de sistemas de ancoragem, emergência e salvamento em quedas, análise de risco e inspeção de cordas.

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO