Nuvem híbrida: o que é, e quais são suas vantagens?

post_nuvem

Compartilhe:

O termo “híbrido” se ternou comum nos últimos anos em algumas áreas, por causa das inovações de alguns setores como, por exemplo, o setor automobilístico, que mesclou em certos modelos de carros o uso do motor à combustão, com o motor elétrico.

E são estas combinações de tecnologias ou soluções, que construíram também na tecnologia da informação, o conceito da nuvem híbrida, ou seja, o uso combinado das plataformas de nuvem pública e privada.

Neste artigo, vamos entender o conceito de nuvem híbrida, e conhecer as diferenças entre nuvem pública e nuvem privada, os tipos de estruturas, os benefícios que cada uma delas possui e como esta combinação se tornou interessante para muitas empresas.

O que é nuvem pública?

A nuvem pública é um modelo de computação onde sua infraestrutura e os serviços de processamento de dados da empresa, acontecem dentro de um provedor terceirizado, que podem estar em outros locais ou até cidades, e todas suas instalações físicas são gerenciadas pela empresa prestadora deste serviço, dando acesso aos seus usuários por meio de aplicativos e painéis de interface via internet.

Ao optar pelo uso de uma nuvem pública, a empresa contratante do serviço, conta com benefícios como economia de mão de obra de manutenção, investimentos em novos hardwares e isenção do custo com ampliação de suas capacidades. Neste modelo, existe apenas o custo pelo uso do espaço ocupado no provedor, e pelos recursos utilizados.

O que é nuvem privada?

A nuvem privada é o modelo de computação onde a infraestrutura e os serviços de processamento de dados da empresa estão hospedados de maneira privada, ou seja, nos provedores da própria empresa, e todas suas instalações físicas são gerenciadas pela empresa, dando acesso aos seus usuários por meio de login no sistema, via intranet.

A nuvem privada, ou sistemas próprios de processamento de dados, possuem características como: maior controle e segurança do sistema, pelo fato destes dados não estarem hospedados no mesmo local juntos com os dados de outras empresas, mesmo que estejam compartimentados, como acontece na nuvem pública.

Contudo, esta privacidade exige que a empresa possua também uma equipe técnica de TI para gerenciar toda infraestrutura e garantir o funcionamento do sistema.

O que é nuvem híbrida?

Como dissemos, a nuvem híbrida é a combinação da nuvem pública e a nuvem privada. Esta combinação tem a finalidade de aprimorar os recursos existentes de maneira rápida e econômica, aproveitando o que cada uma possui de melhor, e neutralizando os pontos negativos de ambas.

Um bom exemplo disso está na segurança, que não é o ponto forte da nuvem pública, mas que é uma das qualidades da nuvem privada, o que a torna indispensável para muitas empresas que possuem informações mais sensíveis e sigilosas.

Por outro lado, quando existe uma demanda por maior velocidade e capacidade de desempenho, a nuvem pública se torna a melhor opção, por estar equipada com o que há de mais moderno em tecnologia.

Benefícios da nuvem híbrida

Infraestrutura flexível

Desde que a nuvem hibrida se difundiu, tornando-se viável para qualquer tamanho e tipo de negócio, esta tecnologia tem trazido benefícios para as empresas que a utilizam.

Contudo, o servidor próprio também possui ótimos benefícios para as empresas, assim, somando ou combinando estes benefícios, a organização consegue utilizar o que de melhor cada um deles tem a oferecer.

Segurança

Infelizmente, tem sido comum ouvirmos notícias sobre provedores em nuvens que foram atacados por Hackers e tiveram informações vazadas ou roubadas. Obviamente, este fato ocorre também nos provedores locais.

Entretanto, na nuvem híbrida, os técnicos podem escolher manter as informações mais sensíveis da empresa, com um controle de acesso limitado e mais próximo da equipe de TI, diferente dos grandes provedores em nuvem, onde existem milhares de acessos diferentes aos servidores.

Escalabilidade

O modelo de nuvem híbrida permite que toda empresa aumente sua capacidade de atendimento as novas demandas de negócios, que promoverão maior volume de processamento e armazenamento de informações, sem maiores interferências no sistema.

Na prática, sua empresa utiliza a nuvem para poder expandir de forma escalável sua capacidade de atendimento as novas demandas, sem ter que aumentar a operação do setor de TI na mesma medida. Mais uma vez, você tem o melhor dos dois modelos.

Rendimento operacional

Como sabemos a rotina de uma equipe de TI é intensa, com monitoramentos, backups, atualizações entre outros. Por isso, no modelo de nuvem híbrida, a parte operacional do sistema que vai para a nuvem, tira da equipe de TI uma volumosa carga de trabalho que passam a ser realizadas pelos operadores dos servidores em nuvem.

O proveito deste tempo, promove maior rendimento operacional da equipe, permitindo que os profissionais se concentrem em atividades de planejamento, gerando um ganho estratégico para o setor de TI, e consequentemente, para empresa.

Em síntese, a nuvem híbrida refere-se ao uso de um ou mais serviços de computação, que geralmente, inclui também uma rede, servidores e softwares de virtualização, que permitem recursos virtuais, como desktops, sejam exibidos remotamente.

Equipe de comunicação Inforrede

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO