Produtividade: como a tecnologia tem feito a diferença nas empresas

post_produt_tec

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A produtividade é sem dúvida o turbo do motor de qualquer empresa, independente de seu setor de atuação, do tipo de produto que ela gera ou serviço que ela ofereça.

Segundo o dicionário, produtividade é o resultado daquilo que se produz. Na prática, é a relação entre os meios, recursos utilizados e o resultado da produção final de algum produto ou serviço.

Embora, quando falamos em produtividade, pensemos primeiramente no setor de produção de uma empresa, não podemos esquecer que este conceito se aplica para todos os outros setores ou departamentos de uma organização.

Com o avanço da Tecnologia da Informação, que acabaram criando conceitos como a Transformação Digital, Indústria 4.0, Digitalização e outros, as empresas têm a oportunidade de maximizarem sua produtividade de uma forma nunca vista antes na história das organizações.

E como bem sabemos, a produtividade traz consigo excelentes resultados para qualquer negócio, inclusive, maiores lucros.

Resultados do investimento tecnológico

 

Infraestrutura moderna e avançada

 

Uma infraestrutura de TI moderna e avançada, permite que a empresa tenha desempenhos maiores em diversos parâmetros, como uma maior capacidade no processamento de dados, uma questão que faz toda diferença no fluxo e no acesso às informações.

Esta infraestrutura permitirá que a empresa esteja preparada para operar de forma mais rápida, seja na comunicação interna, externa, na integração dos setores, automação do setor produtivo, dentre outros.

Em resumo, a infraestrutura tecnológica é a base para que todo o processo da cadeia produtiva da empresa aconteça. E quando ela é mantida atualizada, garante uma grande produtividade para todos os setores.

Otimização do tempo

A primeira mudança a ser observada é que, com a tecnologia cada vez mais presente em nosso dia a dia, estamos conseguindo realizar mais tarefas, sejam elas de trabalho ou domésticas. Na prática, significa que estamos conseguindo otimizar nosso tempo.

Com dispositivos e softwares cada vez mais velozes e com a grande diversidade destas ferramentas, os trabalhos dos colaboradores tem se tornado cada vez mais rápido, em relação ao de anos anteriores, onde era necessário gastar horas na realização de um mesmo trabalho.

Comunicação e marketing

Diante das constantes mudanças na economia, alta competitividade e a enxurrada de informações midiáticas, alcançar o público-alvo das organizações com eficiência tem sido um desafio enfrentado pelas empresas.

O aspecto mais importante no processo de relacionamento com o público, é que ele é a principal fonte de informação da empresa. Isso significa que se a empresa estabelecer um meio de interação, o próprio público direcionará as ações que a empresa deve tomar.

Através de uma estratégia de comunicação acertada e o uso de recursos tecnológicos, como algoritmos e inteligência artificial, a empresa consegue interagir e obter dados importantes sobre o perfil, necessidades e desejos deste público.

Contudo, é necessário que haja uma infraestrutura tecnológica capaz de processar todos estes dados, transformando-os em informações relevantes que consigam, de fato, identificar onde estes clientes estão, alcançá-los e vender, além de desenvolver os produtos que atendam suas demandas.

O que dizem as pesquisas sobre o investimento tecnológico das empresas

Muitas empresas brasileiras já vinham sentindo a necessidade de realizarem investimentos em tecnologia, empregando recursos nos setores de produção, gestão de TI, processamento de dados e, principalmente, no marketing e relacionamento com os clientes.

Contudo, de 2020 para cá quando teve início a pandemia do Covid-19, o processo de investimento tecnológico sofreu um aumento significativo, uma vez que muitas empresas que não tinham dado este passo ainda, buscaram se adequar a nova realidade do mercado.

Esta “corrida tecnológica” foi percebida por muitas instituições, que decidiram realizarem estudos e pesquisa sobre o assunto, tendo todas elas identificado resultados positivos como impacto do investimento tecnológico pelas empresas. Vejamos algumas:

Accenture do Brasil

Em pesquisa realizada no início de 2021, a empresa Accenture com mais de 600 mil funcionários e presente em 50 países, realizou uma pesquisa que indicou que a implantação de novas tecnologias na produção das indústrias do Brasil, irá impactar o PIB brasileiro em aproximadamente 39 bilhões de dólares até 2030.

Isso significa que as empresa que investirem apenas na tecnologia de produção, terão rendimentos acima da média dos últimos anos.

Site Portal da Indústria

O famoso site Portal da Indústria, uma parceria entre CNI, SESI, SENAI e IEL, também divulgou a notícia que as empresas que estão fazendo uso de tecnologias da chamada Indústria 4.0, tiveram crescimento de mais de 20% de suas capacidades produtivas, e aumento nos lucros.

Outro estudo divulgado pelo CNI, que foi uma pesquisa realizada pelo Instituto FSB pesquisa, mostrou que 88% das empresas que realizaram investimentos em novas tecnologias de produção nos últimos 24 meses, obtiveram resultados positivos em seus negócios, não apenas na produtividade, mas também na competitividade e na lucratividade.

Rimini Street Inc.

A Rimini Street é uma empresa global líder em serviços de suporte para softwares empresarial, e realizou uma pesquisa em diversos países, incluindo o Brasil, onde identificou que as empresas brasileiras ficaram bem afrente em relação as dos demais países.

Segundo a Rimini, o ROI (Retorno Sobre Investimento) das empresas do brasil nos projetos de investimentos em Transformação Digital, alcançou mais de 30% de ROI, enquanto a média global não passou de 22% sobre seus investimentos.

Isso significa que, para cada mil dólares investido em tecnologia, a empresa ganha trezentos dólares de volta, além de recuperar seu investimento, dentro de um determinado período.

Sebrae

Em recente publicação em seu site, o Sebrae divulgou um artigo onde mostra como muitas micro e pequenas empresas driblaram as restrições da pandemia, utilizando-se de inovações em processos internos, produtivos e de relacionamento com o público.

Segundo o artigo, isso só foi possível por meio da utilização de recursos tecnológicos que incluíram desde redes sociais, plataformas digitais de comércio, integração de sistemas, até a infraestrutura de TI.

Diante destas informações, não há como negar quão importante é para as empresas de hoje, investirem em tecnologia da informação. Não se trata mais de uma ação de cunho inovador, mas de plena necessidade, para que possam se manterem competitivas hoje e no futuro.

Equipe de comunicação Inforrede

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO