Servidor próprio ou em nuvem, qual a melhor solução para sua empresa?

post_cloud

Compartilhe:

O servidor é um componente da infraestrutura de TI, indispensável para toda organização, por possui a função de armazenar e gerenciar o fluxo de informações dos diferentes setores da estrutura organizacional.

Com o avanço da tecnologia de armazenamento e da alta velocidade da internet, surgiram também serviços como o Cloud Computing (Computação em Nuvem), realizando a mesma função de um servidor local.

Esta solução de armazenamento “terceirizada”, vem sendo a escolha por algumas empresas, que na prática, alugam espaços nestes mega servidores para guardarem seus dados.

No entanto, seja utilizando um servidor próprio, ou utilizando um serviço em nuvem é preciso primeiro entender quais são as demandas de cada empresa, para então definir a melhor solução.

Características de cada tipo de servidor

 

Provedor Cloud

 

O Provedor Cloud, também chamado de Cloud Computing, é um serviço de armazenamento de dados oferecido por empresas especializadas, para que as corporações possam arquivar e gerenciar seus dados a partir de seus imensos provedores, através da internet. Vejamos algumas de suas características:

Flexibilidade de espaço

 

A primeira característica que salta aos olhos dos gestores, é a flexibilidade oferecida pelas prestadoras deste serviço, permitindo aumentar ou diminuir o espaço contratado para armazenamento.

Esta flexibilidade está no fato de saber que, caso o usuário decida aumentar a capacidade de uso, sempre haverá disponibilidade de espaço, além de poder realizar esta ação com poucos cliques.

Pagamento conforme o uso

 

Outra característica que podemos destacar neste serviço, é que a empresa contratante paga apenas pelo que utilizou, o chamado “Pay-per-use”, semelhante a utilização da energia elétrica por exemplo.

Esta característica é interessante para as empresas que, após um estudo de demanda, e após uma comparação com os custos da infraestrutura de servidores próprios, verificarem que o valor final desta opção sai mais em conta para a empresa.

Capacidade de armazenamento

 

A capacidade de armazenamento do serviço de computação em nuvem é maior se comparado ao de um servidor próprio de uma empresa, uma vez que sua infraestrutura é preparada para expandir.

Para se ter uma ideia da capacidade destes servidores, as empresas que prestam estes serviços atendem centenas de grandes organizações em diversos lugares do mundo, e mesmo assim, não possuem problemas com falta de espaço.

Segurança dos dados

 

Um dos grandes desafios para as empresas hoje em dia, está em manter seus dados seguros, diante das constantes invasões de hackers.

Diante disso, as empresas de computação em nuvem, possuem rotinas sagradas de backups automatizados para a segurança dos dados, além da utilização das já conhecidas ferramentas de segurança instalados em seus sistemas.

Contudo, caso haja o rompimento da segurança dos Servidores Cloud, os dados de centenas de empresas que estão armazenados na nuvem, ou melhor, nestes servidores, também estarão acessíveis.

Servidores locais ou próprios

 

Os servidores locais ou próprios, foram desenvolvidos para lidar com cargas de trabalho mais pesadas, por hospedarem softwares, aplicativos e sistemas da gestão da empresa.

Basicamente, as funções dos provedores locais são as mesmas oferecidas pelo provedor em nuvem, uma vez que ele também é um drive físico, se diferenciando no tipo de suporte, manutenção, capacidade e forma de acesso.

Características do servidor local ou próprio

 

Acesso ao sistema independente de conexão com a internet

 

Esta característica marca significativamente o servidor local ou próprio, pela não necessidade de internet para gerenciamento dos dados, uma vez que ele esteja interligado em rede com os computadores.

Imagine uma empresa que movimenta estoque, controla contas a pagar e a receber, processos administrativos e produtivos, ficar sem conexão com a internet e ter seu sistema instalado em um servidor cloud.

Esta qualidade dá ao provedor próprio uma vantagem em relação ao servidor em nuvem, pois caso haja uma queda na conexão de internet seja por rompimento de cabos, manutenção da rede e outros, o acesso as informações estão asseguradas.

Controle centralizado

 

O servidor próprio oferece controle centralizado dos dispositivos que estão conectados a ele, como impressoras, scanners e outros acessórios, instalando o drive apenas uma vez.

Dentro deste controle também está a customização total das necessidades, desde o espaço de armazenamento até o tamanho de memória RAM e a velocidade de processamento.

Com estas configurações, o servidor próprio garante ótima performance de suas aplicações, garantindo estabilidade, velocidade e segurança ao sistema.

Personalização sob demanda

 

A personalização do servidor sob demanda, é uma característica que traz um grande benefício para toda empresa. Isso porque as configurações do servidor são pensadas conforme uma demanda específica da organização, proporcionando ganhos operacionais significativos.

Estas configurações preveem, inclusive, expansão do negócio futuramente, já que sua estrutura permite fazer upgrades de suas capacidades em suas configurações.

Portanto, para definir se uma empresa deve escolher entre um servidor local ou em nuvem, é necessário primeiro que seja realizado uma análise do perfil desta empresa, levando em conta suas demandas específicas, forma de operação, dentre outras considerações.

Quer saber mais sobre que tipo de servidor utilizar em sua empresa? Entre em contato conosco! A Inforrede possui mais de 20 anos de experiência em TI. Temos uma equipe pronta para atendê-lo.

Equipe de comunicação Inforrede

Você pode gostar

Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO