Servidores (Windows, Linux)

VIRTUALIZAÇÃO

A virtualização utiliza softwares para simular a existência de hardware e criar um sistema de computadores virtuais. Com isso, as empresas podem executar mais de um sistema virtual, e vários sistemas operacionais e aplicativos, em um único servidor.

Vantagens:

  • Custo:

    • A redução de custos é possível utilizando pequenos servidores virtuais em um único servidor mais poderosos;
    • Economia com  instalações simplificadas e menor espaço físico o que garante também maior o espaço disponível em racks;
    • Economia de energia elétrica utilizada em refrigeração e na alimentação dos servidores. Que são bases da TI verde (green IT); (direcionar ao conteúdo da TI verde)
    • Com menos equipamentos físicos para se gerenciar o custo com pessoal fica reduzido.
  • Facilidades:

    • Gerenciamento centralizado;
    • Facilidade para a execução de backups;
    • Suporte e manutenção simplificados;
    • Independência de Hardware;
    • Migração de servidores para novo hardware de forma transparente;
    • Maior disponibilidade e mais fácil recuperação em caso de desastres;
    • Compatibilidade total com as aplicações;
    • A carga de trabalho pode ser tratada de forma simples. Normalmente os softwares de virtualização realocam os recursos de hardware dinamicamente entre uma máquina virtual para a outra;
    • Toda a máquina virtual está encapsulada, assim é fácil trocar a máquina virtual de plataforma e aumentar o seu desempenho;
    • Quando uma empresa decide migrar para um novo Sistema Operacional, é possível manter o sistema operacional antigo sendo executado em uma máquina virtual, o que reduz os custos com a migração. Vale ainda lembrar que a virtualização pode ser útil para aplicações que são executadas em hardware legado, que está sujeito a falhas e tem altos custos de manutenção. Com a virtualização desse hardware, é possível executar essas aplicações em hardwares mais novos, com custo de manutenção mais baixo e maior confiabilidade;
    • Com o compartilhamento do  hardware entre as máquinas virtuais reduz-se a ociosidade do equipamento;
    • É possível simular redes inteiras, inclusive redes heterogêneas;
    • Redução do downtime;
    • Facilidade ao migrar ambientes: evita reinstalação e reconfiguração dos sistemas a serem migrados;
    • Utilização de uma VM como ambiente de desenvolvimento: possibilita testes em SO’s distintos e, por prover um ambiente isolado, evita que falhas na configuração e/ou execução, ou até mesmo vírus, danifiquem o hardware da máquina.
  • Segurança:

    • Acesso controlado a dados importantes mantendo-os seguros dentro do data center da empresa;
    • Disponibilização de novos servidores fica reduzida para alguns minutos;
    • Possibilidade de se definir qual é o melhor ambiente para executar cada serviço, com diferentes requerimentos de segurança, ferramentas diferentes e o sistema operacional mais adequado para cada serviço;
    • Cada máquina virtual é isolada das demais. Usando uma máquina virtual para cada serviço, a vulnerabilidade de um serviço não prejudica os demais;
    • A falha de um software não prejudica os demais serviços;
    • Máquinas virtuais podem ficar isoladas e independentes umas das outras, inclusive independente da máquina hospedeira.
Open chat
SOLICITAR ORÇAMENTO
SOLICITAR ORÇAMENTO
Powered by